segunda-feira, 27 de junho de 2011

"Comer, Rezar, Amar..."

Quanto tempo não passo por aqui né!
    Pois então, fui viajar! Primeira vez que andei de avião, tão emocionante =)
Fui pra Gramado passar um friozinho bom!
Pra ilustrar um pouquinho desses 7 dias maravilhosos que passei lá, vou colocar umas fotos baseado em "Comer, Rezar, Amar..."
Como vocês podem perceber, as fotos do amar estou sozinha... mas não se pode ter tudo nessa vida né!


Comer:



Rezar:


Amar:

(..) como uma criança temendo pecado, punições de anjos vingadores com espadas flamejantes, prometo a mim mesmo nunca mais ouvir, nunca mais ter a ti tão mentirosamente próximo, e escapo brusco para que percebas que mal suporto a tua presença, veneno veneno, às vezes digo coisas ácidas e de alguma forma quero te fazer compreender que não é assim , que tenho um medo cada vez maior do que vou sentindo em todos esses meses, e não se soluciona, mas volto e volto sempre, então me invades outra vez com o mesmo jogo e embora supondo conhecer as regras, me deixo tomar inteiro por tuas estranhas liturgias, a compactuar com teus medos que não decifro, a aceitá-los como um cão faminto aceita um osso descarnado.(..) 
(Caio Fernando Abreu)

quarta-feira, 8 de junho de 2011

"Tão García Márquez, feito personagem de Cem Anos de Solidão..."

Sem muita coisa pra dizer...
Minha amiga Amelie Poulain mandou muito bem quando disse a frase "São tempos difíceis para os sonhadores..." e são mesmo... mas se Deus quiser, vai passar... porque se não passar, não vejo mais sentido em continuar aqui. Aliás, faz tempo que não vejo, e continuo nessa de sobreviver...
O que me salvou esses dias foi mais um show do Dance Of Days onde pude colocar pra focar todos esses demônios que moram dentro de mim e encontros com vários amigos diferentes... e são essas pequenas coisas que continuam me deixando em pé. E são essas pequenas coisas que me fazem seguir em frente.

Trecho do livro "Amei, Perdi, Fiz Espagueti". Esse livro fala tanto, tanto por mim...