quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

"Quero ver você não chorar..."

Querido papai noel.
Não sei se fui uma boa menina esse ano. Aliás, às vezes me pergunto se realmente sou essa boa menina que as pessoas dizem, mas não sei se isso vem ao caso agora.
Só vim aqui pra agradecer. Agradecer pela saúde dos meus familiares. Agradecer pela princesinha nova na família, que abre aquele sorriso banguelo e enche a gente de alegria. Agradecer pela princesinha mais velha, cada dia mais esperta e inteligente. Agradecer pela saúde do meu pai e do meu vô... os dois abusam, mas Deus sempre protege. Agradecer pela força da minha mãe, mulher guerreira, de fibra, que cuida da casa e da gente como ninguém. Que se priva de muitas coisas pela gente, que tem a fé inabalável.
Agradecer pelas conquistas da minha irmã, pelos amigos novos e velhos, pelas viagens.
E mais do que tudo papai noel, obrigada pelo maior presente do ano: meu emprego novo.
Não é o emprego dos meus sonhos, mas me fez acreditar em mim novamente. Me fez acreditar que posso sim, começar do zero, que posso aprender coisas novas.
Aprendi muito também com as desilusões viu papai noel? Tapa na cara e soco no estômago ensinam mais do que beijo no rosto e carinho na mão. Agora estou mais esperta e não me deixo enganar mais facilmente. Infelizmente as pessoas não são do jeito que eu gostaria, então eu estou me adequando a cada uma.
A carta está meio confusa papai noel, já é quase meia noite, hoje é dia 19, daqui a pouco nem sei se o mundo vai acabar. Então antes que o mundo acabe, eu acabo por aqui.
(Não bebi papai noel, juro!)
Muah!


domingo, 11 de novembro de 2012

O Rio de Janeiro continua lindo...

2012 está sendo o ano das viagens! Claro que pequenas, porque não tenho dinheiro hehe!
Mas como sou feliz com pouco, 3 dias em Búzios pra mim já foi o bastante!
Deus, obrigada pela vibe!



sábado, 13 de outubro de 2012

"...nem por um segundo, nem nada."

Confusão, confusão, confusão...
E a eterna dúvida de até que ponto isso faz bem pra mim.
Mas não dá pra negar, faz bem. E não dá pra negar tudo o que eu carrego aqui dentro nesse tempo todo. E não dá pra negar o carinho entre a gente.
Queria que as coisas fossem mais fáceis. Queria ser mais decidida, menos dependente, menos carente e não ficar tão contente com um mísero tempo de atenção...
Mas vou levando. Levando não sei pra onde, nem porque, mas vou levando. Vou levando até não conseguir que te levem de mim.


domingo, 16 de setembro de 2012

"Mesmo aqui, no país bandido, agosto sempre vai embora. E setembro sempre volta, sim."


Mudança.
Recomeço.
Desafio.
Tudo novo de novo...
Boa sorte pra mim!

domingo, 2 de setembro de 2012

Goodbye!


"Enfim, não importa. Minha bagagem, cheia de planos agora inúteis, long -plays e uma pré-nostalgia da sua omelete de rúcula com tomate seco, está pronta pra ir, estocada no lado de fora, na contramão do que eu considerava ser feliz. Só falta seu "tchau, fica com Deus",e um beijo morno de dó. Eu sei que você consegue fazê-lo sem chorar. Não é justo terminar com lágrimas essa história que só nos fez sorrir."
[Gabito Nunes]

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

domingo, 22 de julho de 2012

"Don't carry the world upon your shoulders..."

Agosto está aí... Menos de 5 meses pra mais um ano ir embora!
E o desespero de não ter cumprido as famosas promessas de Ano Novo? Na verdade não fiz muitas, diga-se nenhuma, mas estabelecer metas é a mesma coisa não?
Não tá fácil pra ninguém né, é isso que eu venho observado! "Vamos sair, mas não temos mais dinheiro, os meus amigos todos estão procurando emprego, voltamos a viver como a dez anos atrás, e a cada hora que passa envelhecemos dez semanas..."
Dá nojo ver jornal, dá nojo conversar com algumas pessoas, dá nojo ver certas coisas. "O mundo está ao contrário", eu já reparei e tenho medo, muito medo do que está por vir!
E tenho medo de não conseguir realizar meus sonhos, e medo de permanecer no lugar que eu estou, essa "zona de conforto" que está me deixando cada vez mais tonta e descontente. Estou me mexendo pra mudar isso, mas está difícil, muito difícil!
Mas ainda bem que no meio desse caos todo, desse olho do furacão, existem algumas coisas boas que acontecem e isso vai anestesiando a gente!
Minha mais nova priminha nasceu cheia de saúde e apetite, não nega a família que veio! Sempre tem amigos que trazem queridos, encontros com velhos amigos queridos, cineminha, baladinha, casa e tudo mais!
Sebastião, por favor, me faça acreditar que mesmo no meio dessa desordem, o mundo é bom!

terça-feira, 3 de julho de 2012

"Escrevo-te estas mal traçadas linhas meu amor, porque veio a saudade visitar meu coração..."

E essa carta é pra você.
Pra você que entrou na minha vida de repente e nunca mais saiu. Por culpa minha, por culpa sua.
E a minha raiva é de não conseguir sumir, te ignorar, te desprezar, como uma vez você fez comigo.
Mas por azar (ou sorte!), você voltou. Diz que voltou porque não aguentou ficar longe, não aguentou de saudades, que sentiu a minha falta.
O que você sente? O que eu sinto? Que loucura é essa? Por que a gente não consegue se distanciar?
Por que esse laço, esse nó, essa quase dependência?
Tantas perguntas que em tantos anos não conseguimos responder e parece que a cada dia mais fica mais difícil.
E o pior de tudo, que isso não faz bem pra você e muito menos pra mim, mas a gente insiste!
Queria poder dar um nome pra isso, mas não consigo. Não sei dar nome a algo que deixa feliz e enlouquece ao mesmo tempo, que leva da euforia ao desespero, do céu ao inferno! Não sei dar nome a algo que me faz perder o sono e depois me enche de raiva! Não sei dar nome a esse carinho louco, essa cumplicidade e a todos os desejos contidos.
E queria respostas, e queria saber porque fomos pra esse caminho, mas talvez o que eu mais queria era ter você aqui...

"Tão bom enquanto não durou..."

And dreamed of para-para-paradise...

A estrada me faz bem, sempre me fez!
Sempre achei delicioso viajar de carro, dividindo histórias, cantando alto, vendo paisagens, observando pessoas nas ruas, tentando imaginar suas histórias.
Finalmente um fim de semana de paz, cheio de sorrisos largos, risadas sinceras, amizades bonitas e palavras de conforto.

domingo, 17 de junho de 2012

"...e deixa que as coisas ruins evaporem!"

Que junho fantasiado de agosto!
Tão desanimada, triste, desmotivada!
Andava tão bem e lá vem essa tristeza de novo... não aguento mais!
Vontade de dormir uns três meses seguidos. Vontade de viajar sem rumo. Vontade de começar do zero. Vontade de voltar no tempo. Vontade de ir pra Lacuna Inc.
Vontades, vontades, vontades e sem força nenhuma pra lutar por nada.
Que fase, que fase =(


segunda-feira, 28 de maio de 2012

domingo, 20 de maio de 2012

"A gente quer comida, diversão e arte..."


"Uh Los Hermanos! Uh Los Hermanos!"
Com ingresso desde janeiro nas mãos, estava difícil conter a ansiedade!
Show lindo, lindo, lindo!

"Paraísos Artificiais."
Gostei! Só não deixe sua mãe ver!

'Miranda Kassin e os No No No´s."
Que show foda! Quem tiver a oportunidade de ir, vá! Ela é super fofa e Diva!!

"Stand Up Marcos Castro"
Muito engraçado, ri horrores!

Em meios a tantos nãos, tantas desilusões e frustrações que a vida me dá a cada dia, é isso que me resta, me divertir!

domingo, 6 de maio de 2012

Tudo Acontece Em Elizabethtown


"Será que você ainda pensa em mim?
Será que você ainda pensa?
Às vezes te odeio por quase um segundo,
depois te amo mais..."
(Paralamas do Sucesso - Quase Um Segundo)

sábado, 28 de abril de 2012

...

Não adianta falar que sente saudades, faça algo pra mudar isso!
Não adianta falar que ama, demonstre!
Cansada desse mimimi!
Não aceito mais demonstrações de afeto via facebook, twitter e etc!
Sente saudades de mim? Me ligue, venha me ver, me mande um SMS! Não queira dar um (a) de boa samaritano (a) querendo demonstrar afeto pros meus amigos e familiares numa merda de rede social, que quer enfiar goela a baixo o quanto as pessoas são felizes em seus mundinhos de viagens, cervejas importadas, baladas, temakis, etc.
Me ama? Não aja como um (a) idiota!
Sem mais!


terça-feira, 17 de abril de 2012

"Porque hoje estou ótima..."

"Aí acontece de hoje eu acordar ótima
preciso cortar os cabelos
Comprar mais um creme amarelo
Retomar a semiótica
Uma dieta de atleta
Um protótipo uma meta
Uma nova ótica
Uma outra ética
Porque hoje estou ótima
Uma vítima úmida e completa
A ultima, a saber, que precisa de afeto
Melhor deixar os chocolates por perto..."
[Ótima - A Banda Mais Bonita da Cidade]

sexta-feira, 6 de abril de 2012

Uma carta para Caio Fernando Abreu

Não lembro em que ano li o primeiro texto de Caio. Sei que faz tempo. Sei que foi num blog de uma guria que sempre curti e que infelizmente, se perdeu na blogosfera da vida. Sei que foi o texto "Dama da Noite. Sei que foi esse trecho: "A vida rolando por aí feito roda-gigante, com todo mundo dentro, e eu aqui parada, pateta, sentada no bar. Sem fazer nada, como se tivesse desaprendido a linguagem dos outros. A linguagem que eles usam para se comunicar quando rodam assim e assim por diante nessa roda-gigante. Você tem um passe para a roda-gigante, uma senha, um código, sei lá. Você fala qualquer coisa tipo bá, por exemplo, então o cara deixa você entrar, sentar e rodar junto com os outros. Mas eu fico sempre do lado de fora."
Sei que me identifiquei na hora, e comecei a procurar livros pra comprar. Na época era universitária sem dinheiro e lembro que fui num Sebo aqui em Santos, um que eu gostava bastante e perguntei pro carinha se ele tinha algum livro do Caio Fernando Abreu, e ele me disse que nem conhecia o autor. Saí de lá frustradíssima, achando um absurdo, o dono do Sebo que eu mais gostava na cidade não sabia nem quem era Caio Fernando Abreu.Aí comprei o "Morangos Mofados" e gostei de umas crônicas e não gostei de outras. E resolvi me dar de presente o livro "Cartas". 532 páginas devoradas em uns 3 dias. Não largava o livro por nada. Levava pra faculdade e ficava mostrando os trechos pro meu amigo. Chorava com ele, ria com ele, ficava feliz com as conquistas e frustradas com as derrotas.Terminei o livro e parecia que eu tinha vivido em 3 dias tudo o que ele viveu em quase sua vida toda. Fiquei triste. Fiquei mal. Fiquei me sentindo na merda, como sei que muitas vezes ele se sentiu. Mas passou...
Hoje estou aqui, de férias, numa sexta feira de feriado Santo pra quem é católico e feriado qualquer pra quem não é, lendo Cartas novamente.
Mas estou procurando ler as cartas mais pra cima, mais animadas, mais legais, cheias de carinho, afeto e amizade...
Entre altos e baixos, Paris, Londres, São Paulo, Rio de Janeiro, Caio Fernando Abreu foi feliz nessa gangorra que a gente pode chamar de vida...
Como dizia ele: "Um dia de salto 7, outro de sandália havaiana..."
Obrigada Caio F., por me fazer entender que a vida não é um mar de rosas, mas que a gente pode ser feliz nas pequenas coisas e que não podemos desistir da vida, quando temos uma família e amigos ao redor.
Com amor e com ternura, Ludimila

"Só choro às vezes porque a vida me parece bela. (O sol. As cores. As coisas). Mas é de emoção, não de dor. Tá tudo certo. Love Love Love. It´s All We Need Always."
 [Caio Fernando Abreu]

terça-feira, 27 de março de 2012

"Playin' my favorite song..."

Agora é oficial!
Tenho 27 anos e todos os sonhos do mundo!


domingo, 18 de março de 2012

"Já sabe o que é cair, ao menos tentou ficar de pé!"

É tão ruim quando a gente está animada, esperando que uma coisa muito boa aconteça e poff, quebra a cara!
Estava tão animada, confiante, cheia de planos, cheia de projetos e voltar pra estaca 0 novamente é tão ruim, tão frustrante!
Sabe quando você se sente um nada? Uma pessoa imprestável? Uma "estrela num céu nublado?" Me senti assim... mas graças a Deus passou!
Sei lá, tenho que me apegar nessas coisas clichês de que o que não é nosso não vai ser, de que tudo tem sua hora e blá blá blá!
Vou me apegar a isso, antes que enlouqueça!
Só queria que as coisas fossem mais fáceis sabe? Que a vida fosse mais fácil, que algumas pessoas fossem mais fáceis de lidar, que algumas atitudes fossem mais fáceis de ser tomadas!
Ainda bem que no meio desse caos todos, tenho show do Jay Vaquer em Sampa, tenho cinema, tenho livros, tenho boas músicas e boas companhias...
Juro que queria ser mais otimista, mas "eu não consigo ser alegre o tempo inteiro..."
Prestes a fazer 27 anos, queria estar vivendo uma vida completamente diferente dessa agora, tinha tantos planos aos 15, tinha imaginado tanta coisa diferente!
Espero que ainda dê tempo de conquistar tudo!
Au Revoir!

sábado, 3 de março de 2012

"São as águas de março fechando o verão..."

Março, vem que vem que eu estou apostando todas as minhas fichas em você!
E que meu inferno astral se transforme em uma grande chuva de alegria!

domingo, 19 de fevereiro de 2012

"E a colombina só quer um amor, que não encontra num braço qualquer..."

Carnaval me lembra tanto "Nem 5 Minutos Guardados", que me lembra Titãs, que me lembra Acústico MTV, que me lembra a música "Pra Dizer Adeus", que me lembra... ah, deixa pra lá!
A vida anda tão mais ou menos, tão mais ou menos, que ando me apegando em qualquer fio de esperança pra ter um pouquinho de forças pra continuar, seguir em frente!
Ando tão decepcionada com as pessoas gente, mas tão decepcionada que não sei se levo as coisas muito a sério, se sou muito sentimental ou o povo é falso e filho da puta mesmo!
Cada vez mais tenho me fechado, tenho guardado mais e mais as coisas pra mim, afinal, é difícil viver num mundo onde as pessoas perguntam se está tudo bem e saem andando antes de ouvir a resposta...
Sinto que coisas boas estão por vir, então tento sobreviver no meio desse caos!
Não vou nem ler o que escrevi porque sei que está uma confusão de idéias... mas a minha vida anda uma confusão também, então, deixa assim!
"As luzes querem me ofuscar
eu só quero que essa luz me cegue
nem 5 minutos guardados dentro de cada cigarro
não há pára-brisa pra limpar, nem vidros no teu carro.
O meu corpo não quer descansar
Não há guarda-chuva contra o amor
o teu perfume quer me envenenar
minha mente gira como um ventilador.
A chama do teu isqueiro quer incendiar a cidade
teus pés vão girando igual aos da porta estandarte..."

(Nem 5 Minutos Guardados - Titãs)

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

sábado, 14 de janeiro de 2012

I could be the devil, I could be an angel...

"Já paguei demais pra ver. Agora está na hora de eu receber também."
Vamos ver até quando vou aguentar essa vida...
Aguardando cenas dos próximos capítulos!
Só toma um pouco de cuidado, afinal, cansei de ser a mocinha dessa história!