quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

"Quero ver você não chorar..."

Querido papai noel.
Não sei se fui uma boa menina esse ano. Aliás, às vezes me pergunto se realmente sou essa boa menina que as pessoas dizem, mas não sei se isso vem ao caso agora.
Só vim aqui pra agradecer. Agradecer pela saúde dos meus familiares. Agradecer pela princesinha nova na família, que abre aquele sorriso banguelo e enche a gente de alegria. Agradecer pela princesinha mais velha, cada dia mais esperta e inteligente. Agradecer pela saúde do meu pai e do meu vô... os dois abusam, mas Deus sempre protege. Agradecer pela força da minha mãe, mulher guerreira, de fibra, que cuida da casa e da gente como ninguém. Que se priva de muitas coisas pela gente, que tem a fé inabalável.
Agradecer pelas conquistas da minha irmã, pelos amigos novos e velhos, pelas viagens.
E mais do que tudo papai noel, obrigada pelo maior presente do ano: meu emprego novo.
Não é o emprego dos meus sonhos, mas me fez acreditar em mim novamente. Me fez acreditar que posso sim, começar do zero, que posso aprender coisas novas.
Aprendi muito também com as desilusões viu papai noel? Tapa na cara e soco no estômago ensinam mais do que beijo no rosto e carinho na mão. Agora estou mais esperta e não me deixo enganar mais facilmente. Infelizmente as pessoas não são do jeito que eu gostaria, então eu estou me adequando a cada uma.
A carta está meio confusa papai noel, já é quase meia noite, hoje é dia 19, daqui a pouco nem sei se o mundo vai acabar. Então antes que o mundo acabe, eu acabo por aqui.
(Não bebi papai noel, juro!)
Muah!