terça-feira, 18 de novembro de 2014

"Uma palavra amiga, uma notícia boa..."

Não sei se eu que sou louca, chata, metódica como dizem, ou as pessoas que não estão nem aí com os outros mesmo.
Qual a dificuldade de manter um diálogo? De perguntar pro outro como foi o dia, de querer saber dos seus medos, anseios.
Escuto de tanta gente que eu sou uma pessoa legal, especial, mimimi, bla bla bla, mas no fim das contas, por que será que me sinto tão sozinha?
As vezes só queria que alguém me ouvisse sem me julgar, sem medir as minhas palavras. Alguém que entendesse esse turbilhão de coisas que se passam aqui dentro.
Mas os problemas dos outros são maiores, as dores dos outros são maiores, e é tudo tão maior que eu me sinto cada vez mais diminuída.
Preciso aprender a ser mais eu sabe? Parar de me preocupar um pouco com o outro, parar pra pensar mais em mim, criar mais porcos e menos expectativas.
Estou tentando melhorar tanto sabe? Mas pelo visto a mão é única.
E no fim especial é apenas o Big Mac sem picles.

Nenhum comentário: